quarta-feira, 9 de abril de 2014

Pão-de-ló


A Páscoa é das minhas celebrações religiosas predilectas do ano.Com algum saudosismo, recordo a Alegria genuína e própria das crianças, que sentia ao apanhar do chão e colher das árvores camélias e folhas de hera para fazermos um belíssimo e comprido tapete de flores para receber em casa o compasso Pascal. Recordo o momento mágico em que nós crianças, ficávamos todos empolgados com o tilintar das campainhas que anunciava a proximidade do Compasso. Recordo o momento em que a família reunida recebia a visita do Crucifixo de Cristo e emotivamente beijava a Cruz felizes por celebrarem a Boa nova e receber assim a Bênção Pascal. Preparava-se uma bonita mesa com a melhor toalha e sobre ela colocavam-se todos os doces e iguarias que tinham sido preparados com tanta dedicação na véspera. O Vinho do Porto e o folar do padre também estavam presentes e a Visita Pascal terminava com a entrega deste último ao Sacerdote. Recordo os odores do cabrito que assava lentamente no forno a lenha e das iguarias que a minha mãe preparava carinhosamente. Recordo-me da minha avó sentada na sua banquinha a descascar batatas pequeninas para o assado, feliz por se sentir prestável (qualidade que abundava nela), e por estar junto de nós. Hoje, com todas estas recordações bem presentes no meu coração e alma, amo a Páscoa, não só por todo o seu glorioso significado religioso mas por todas estas memórias que a cada ano se reavivam em gestos e tradições que procuro que não se percam no meu lar e cuja Alegria da filhota a cada ano espelha e reforça a minha afeição por esta celebração. 

E estando a pouco dias desta bonita celebração, deixo a receita do tradicional pão-de-ló que nunca falta nestes dias sobre a melhor toalha da casa para receber a Boa nova ;)

Ingredientes

14 ovos (10 gemas + 4 inteiros)
250 g de açúcar
125 g de farinha
1 colher (chá) de fermento
1 pitada de sal
Raspa de 1 limão
Papel para forrar a forma

Preparação

Bater os ovos com o açúcar, o sal, raspa de limão cerca de 20 minutos. 

Pré-aquecer o forno a 160º C.

Forrar a forma com papel e incorporar delicadamente a farinha no preparado. Verter a massa para a forma e levar ao forno 50 minutos aproximadamente. (o tempo varia consoante o forno de cada um, fazer o teste do palito).

Mais receitas para a Páscoa:


10 comentários:

Beth disse...

Ficou perfeito, ja comia
Bjs

Diogo Marques disse...

Também tenho muitas e boas recordações desta altura da pascoa :)
Adoro este bolo :)
______________________
aculpaedasbolachas.com

Isabel disse...

Olá Beth, obrigada. Esse já se comeu todo :) Haverá mais para a Páscoa se Deus quiser! Um beijinho e obrigada pela visita!

Olá Diogo, é uma pena que certas tradições se estejam a perder. Eu como vivo numa aldeia, ainda se cultivam embora com menos ênfase algumas delas. No que me diz respeito, em casa, elas mantêm-se. Obrigada pela visita. :)

Luisa Alexandra disse...

Ficou tão bonito!

Raquel Alabaça disse...

Gosto bastante, e este está com muito bom aspecto!

Isabel disse...

Obrigada Luisa. Um beijinho.

Olá Raquel. Também gosto muito, sobretudo do de Ovar :) Beijinhos e obrigada.

Lúcia disse...

Oi
Nossa que delícia.
Feliz Páscoa!!
Beijos...
Lúcia

Ratolinha disse...

Olá Isabel. Antes demais quero agradecer-te as tuas tão queridas palavras deixadas no meu cantinho.
A vida não é fácil às vezes......
Li o que escreveste sobre a Páscoa, e realmente fazendo um retrocesso ao passado já senti isso tudo. Depois houve uma época em que se "perdeu" mas actualmente "encontrei-a" novamente, dentro do possível.
Beijinhos queria amiga virtual.

Ratolinha disse...

Ah com o que escrevi esqueci-me do pão-de-ló. Esqueci-me porque não estava à minha frente, eheheh
Ficou lindo.
Fazes coisas deliciosas :)

Isabel disse...

Obrigada Lúcia :) Beijinho e muito Obrigada pela visita. Uma Feliz Páscoa também para si :)

Querida Ratolinha, Pois a Vida realmente às vezes prega-nos partidas, mas tento ver sempre o lado positivo e evoluir com tudo o que ela me traz de bom ou de menos bom. E já que falamos em bom, as coisas boas nunca devem acabar, e como tal, seria impensável o teu blog terminar :D Agradeço-te a visita e gentil comentário. Espero que este ano voltes a sentir com ainda mais força a essência da Páscoa e que ela seja muito abençoada. Um grande beijinho e obrigada pelo carinho.